Shakey: Primeiro robô com Inteligência Artificial

Você já ouviu falar do robô Shakey? Ele é considerado o primeiro robô móvel capaz de raciocinar sobre suas próprias ações, tendo sido criado entre 1966 e 1972 no Instituto de Pesquisa de Stanford nos Estados Unidos. O diferencial dele para os outros robôs da época é que os outros necessitavam receber instruções detalhadas de cada passo que deveriam executar, enquanto que o Shakey tinha a capacidade de analisar comandos complexos, quebrá-los em partes menores e realizar as ações sem receber instruções passo a passo do que deveria fazer.

É considerado também um dos primeiros projetos da área da Inteligência Artificial que combinou raciocínio lógico e ações físicas, visto que ele possui módulos de visão computacional e processamento de linguagem natural (possuía uma câmera para identificar objetos no ambiente). Foi inicialmente programado na linguagem Lisp e tinha uma lista pequena de movimentos, como por exemplo: andar de uma localização até outra, ligar ou desligar interruptores, abrir e fechar portas, subir e descer de objetos e também mover objetos do ambiente.

O desenvolvimento desse robô trouxe vários benefícios para as pesquisas da inteligência artificial, principalmente o desenvolvimento do algoritmo A* (A Star/A Estrela) que é muito utilizado para encontrar o menor caminho entre dois pontos (pathfinding) e tem grande aplicações em jogos. Além disso, o robô contribuiu muito também para as áreas de processamento digital de imagens e visão computacional, sendo também considerado como a base para o desenvolvimento dos robôs modernos que temos atualmente.

Assista o vídeo abaixo, no qual você pode ver o Shakey em funcionamento e conhecer mais alguns detalhes! 🙂

 

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *