Inteligência Artificial no Fifa Soccer 2016

No artigo de hoje vou falar sobre o desenvolvimento da pesquisa do egresso do curso de Ciência da Computação André Luan Zanetti, que apresentou seu trabalho de conclusão de curso recentemente na Universidade do Contestado na cidade de Porto União – SC. O título do trabalho é “Software para otimização de táticas de futebol virtual utilizando Inteligência Artificial” e a área que trabalhamos neste projeto foi IA aplicada em jogos, especificamente no Fifa Soccer 2016! Na história, os pesquisadores de Inteligência Artificial sempre tiveram o interesse pela área de jogos, sendo que várias aplicações iniciais consistiram em resolver jogos como xadrez, damas, entre outros. Neste contexto, em 2008, o IBM Watson venceu seus oponentes humanos em um jogo de perguntas e respostas chamado Jeopardy, considerados um dos jogos mais difíceis. Mais recentemente em 2016, um algoritmo do projeto DeepMind do Google venceu o campeão mundial de um jogo oriental chamado “go”.

Notícias como essas são bem frequentes hoje em dia, mas uma pergunta que várias pessoas fazem é a seguinte: mas e como são as aplicações da Inteligência Artificial nos jogos modernos, sejam eles para XBox One, PS4 ou PC? Vamos citar alguns exemplos: em um jogo de tiro, quando o adversário (computador) identifica o jogador, ele pode utilizar algoritmos inteligentes de busca para traçar o menor caminho entre ele e você, conseguindo chegar mais rápido para matar o inimigo! Um outro exemplo: supondo que você joga futebol e sua jogada principal é fazer gols com cruzamentos na área; neste caso, a Inteligência Artificial do sistema poderá detectar esse padrão e se adaptar ao seu estilo de jogo, o que vai dificultar esse tipo de jogada no futuro. Além disso, a IA também é utilizada de forma inversa, ou seja, quando o jogador está tendo muitas dificuldades em uma determinada fase, o sistema pode facilitar as coisas para que o usuário não desista e deixe de gostar do jogo!

Com relação ao futebol digital, hoje em dia os jogos mais famosos são o Pro Evolution Soccer (PES) e o FIFA Soccer, e o gosto por cada um deles divide opiniões. Podemos resumir no seguinte: o PES é mais voltado para o jogador casual que não se preocupa tanto com estratégias, e geralmente, tem como o objetivo a diversão sem se preocupar muito com os detalhes mais técnicos. Por outro lado, muitos jogadores acham que o FIFA requer um melhor entendimento de táticas e até mesmo do próprio controle dos jogadores, sendo um público de “jogadores mais avançados”. Pensando nisso, o André desenvolveu um algoritmo de Inteligência Artificial utilizando a técnica de Raciocínio Baseado em Casos justamente para ajudar os jogadores a montarem seus times no FIFA Soccer, sem precisar ter um conhecimento avançado de táticas.

A ideia básica é que o usuário defina qual estilo de jogo pretende adotar, como por exemplo: rapidez, jogadas áreas, defesa forte, chutes de fora da área, jogadas pelas laterais, entre outros. Com essa informação, o software realiza um cálculo utilizando IA e monta automaticamente o melhor time de acordo com essas características. Dessa forma, o usuário define o seu time com base nas características mais adequadas a ele! Para entender melhor a ideia do software, assista abaixo o vídeo gravado pelo André, no qual ele mostra a execução e faz alguns comentários sobre as táticas de jogo!


Você notou no vídeo que o usuário preenche alguns parâmetros e o sistema realiza cálculos utilizando a técnica de raciocínio baseado em casos para obter os melhores jogadores para cada posição. Desta forma, fica fácil para o usuário escolher a melhor escalação, sem ter que consultar as características de cada jogador individualmente. E para validar o sistema, foram feitos 280 jogos de testes (máquina x máquina) para verificar se a escolha desses jogadores realmente tiveram impacto positivo na tática escolhida. Das oito categorias avaliadas, o software conseguiu melhor desempenho em seis delas, o que consideramos um resultado significativo!

It's only fair to share...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

6 Comentários

  1. Waldir Zanetti said:

    Parabéns André pelo excelente trabalho. Estamos orgulhosos pela sua conquista.

    30 de novembro de 2016
    Responder
  2. Eduardo Roosevelt de oliveira silva said:

    Muito show esse projeto gostei bastante. Parabéns ao orientador e ao orientando. Mostro muito onde pode ser aplicado a IA. Parabéns

    7 de dezembro de 2016
    Responder
    • Que bom que gostou Eduardo! Se quiser ler o trabalho completo é só avisar…

      7 de dezembro de 2016
      Responder
  3. Adalto said:

    Muito bom o trabalho, gostaria de ler o trabalho completo, como faço ?

    30 de março de 2017
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *